Este blog foi montado com o intuito de retratar experiências de professores de SwáSthya Yôga que dedicam suas vidas a praticar, ensinar e difundir esta fantástica filosofia de vida.



quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A verdade sobre a intuição



 
 
Você já ouviu falar em intuição? Garanto que sim. Mas sabe exatamente o que é? Posso quase garantir que não. Não que eu ache que sei de tudo, mas esse termo muitas vezes é usado de maneira errada. Não é algo desenvolvido só pelos monges budistas.

Cada um tem sua própria intuição. Alguns mais, outros menos.

Então vamos lá tentar explicar o que é isso. Sabe quando você está saindo de casa, fechou a porta e de repente vem um pensamento assim: “Estou esquecendo alguma coisa...” E, na mesma hora você pensa: “Ahh, bobagem.” Quando chega ao seu destino descobre que esqueceu a carteira em casa. Se isso já aconteceu com você, sabe do que estou falando. Se não aconteceu, talvez deva treinar mais a sua intuição, ou apenas deixá-la se mostrar.

Pensando no primeiro caso, se sabe do que estou falando, e acontece mais uma vez, talvez depois do pensamento vir tenha raciocinado e concluído: “Não, não é possível, peguei tudo, tenho certeza.” E, novamente, chega ao seu destino e descobre que esqueceu os documentos do carro. Notou que houve um confronto entre esse tal “pensamento” e o seu raciocínio lógico? Pois é. É assim mesmo.

A intuição não é algo que possamos concluir ou analisar. Está acima da linha do raciocínio. Ainda, quando você tenta pensar demais, atrapalha e acaba com a intuição. Isso pode acontecer com quem é uma pessoa muito racional. Para explanar melhor, já tentou decidir algo quando está muito nervoso ou emocionado? Parece que há um turbilhão, um furacão nos seus pensamentos e nenhuma conclusão sensata aparece. Por isso, a sua mãe diz: “Espere a poeira baixar, não decida nada agora.” O que acontece é que nesse caso, as suas emoções atrapalham o trabalho da mente. No caso da intuição, é a mente que atrapalha.

Por mais que na maioria das vezes a gente não ouça essa tal intuição, vamos tentar, vai dar certo. Quem sabe você não descobre que ela pode te ajudar mais do que imagina? Assim como alguns famosos cientistas que diziam já saber o resultado antes de pensar na solução, a partir daí só bastava explicar o caminho até o resultado.

“Eu penso 99 vezes, e nada descubro; eu deixo de pensar e mergulho num grande silêncio, e eis que a verdade me é revelada.”
Albert Einstein

“Estou dizendo que devemos confiar em nossa intuição. Acredito que os princípios da evolução universal nos são revelados por nossa intuição. Eu acho que se nós combinarmos nossa intuição e nossa razão, nós poderemos responder de forma seguramente evolucionária a nossos problemas.”
Jonas Salk, cientista, descobridor da vacina contra poliomielite.


Marjorie Meyer
marjoriemeyer.blogspot.com


Um comentário:

  1. Gostei das duas frases que vc colocou no final.
    Muito acertadas.
    Beijos!
    Anahí

    ResponderExcluir